Mama Natural TV Blog Uncategorized Da mágoa à cura: meu marido traiu enquanto eu estava grávida

Da mágoa à cura: meu marido traiu enquanto eu estava grávida

Foto por ian Dooley em Unsplash

Caro Marido,

Passei inúmeras noites contemplando as palavras certas para expressar a mistura de emoções que têm rodado dentro de mim. Nossa jornada como casal sempre foi repleta de amor, confiança e sonhos compartilhados. No entanto, há algo que preciso de abordar — uma ferida que corta profundamente e requer cura para nós dois.

Enquanto escrevo isso, nossa linda criança está crescendo dentro de mim, uma vida minúscula que já mudou minha perspectiva sobre o mundo. A gravidez é um momento de vulnerabilidade e excitação, um momento em que eu precisava de você mais do que nunca ao meu lado. No entanto, foi durante esta preciosa fase que descobri a verdade sobre a vossa infidelidade.

Foto por Edgar Chaparro em Unsplash

A dor da traição atingiu-me como um maremoto. Senti um turbilhão de emoções-choque, raiva, tristeza e descrença. A pessoa em quem confiei e amei profundamente decepcionou-me da forma mais profunda possível. Não foi apenas o acto em si que magoou, mas o sentimento de abandono numa altura em que mais precisava do vosso apoio.

Quero que compreenda que a minha intenção ao escrever isto não é condená-lo ou acusá-lo. Em vez disso, estou buscando um caminho para entender, curar e reconstruir a confiança quebrada entre nós. Acredito que cada desafio pode tornar-se uma oportunidade de crescimento, se estivermos dispostos a confrontá-lo honesta e abertamente.

Durante a minha gravidez, tenho lutado com perguntas que me mantêm acordada à noite. O meu corpo em mudança tornou-me menos atraente? Não lhe estava a dar atenção suficiente? Essas dúvidas afetaram minha auto-estima, ampliando as emoções já esmagadoras que estou experimentando. Preciso que saibam que a minha vulnerabilidade não justifica as vossas acções, mas é crucial que compreendam o quão profundamente isto me afectou.

Para podermos avançar, temos de comunicar abertamente. Quero ouvir o seu lado da história, por mais difícil que possa ser partilhar. Precisamos de falar sobre o que o levou a fazer essa escolha e confrontar as questões subjacentes que poderiam ter contribuído para isso. Esta é uma oportunidade para nós dois crescermos, tanto como indivíduos como como…

Related Post